Menu

 
.
Architecture
Teatro Vivo

João Lourenço

Versão - Cenário - Encenação

Início de carreira

Em 1952 estreia-se na rádio (Emissora Nacional) como intérprete.

Desde o inicio da RTP participa em inúmeras peças.

Em 1957 estreia-se como actor no Teatro Nacional D. Maria II, na peça D. Inez de Portugal de Alexandre Casona, sendo ensaiado por Robles Monteiro.

Teatro

Em 1959 ingressa no T.N.P, companhia dirigida por Francisco Ribeiro. Quando esta companhia termina, trabalha durante alguns anos em diversas companhias dos empresários Vasco Morgado e Giuseppe Bastos. Interpreta, entre outros autores, Beckett, W. Gibson, Shaw, Shakespeare, Lorca, Steinbeck, Molière, Goldoni, Beaumarchais, Lope de Vega. Em 1966 desloca-se ao Brasil numa companhia de Vasco Morgado. Actua no Teatro Ginásio do Rio de Janeiro e contacta com o moderno teatro brasileiro, Arena, Oficina, Opinião.

Em 1966/67 funda com Irene Cruz, Morais e Castro e Rui Mendes o Grupo 4, uma sociedade de actores, completamente independente do estado, que actua quase sempre no cinema Tivoli. No Grupo 4 produz e interpreta, entre outras, as seguintes peças: Amanhã digo-te por música de James Saunders; As Irmãzinhas de Eduardo Manet, A Curva de Tankred Dorst, No Alto Marúe Slawomir Mrozek, Insulto ao Público de Peter Handke e A Investigação de Xavier Pommeret. Em 1970 ingressa como artista convidado no Teatro São Luís, numa nova companhia dirigida por Luiz Francisco Rebello, para protagonizar duas peças: A Salvação do Mundo de José Régio e A Mãe de Witkiewicz. Em 1973 estreia-se como encenador, dirigindo na Casa da Comédia Oh Papá, Pobre Papá a Mamã Meteu-te no Armário e Eu Estou Tão Triste de Arthur Kopit.

Em 1974 constrói com o Grupo 4 um novo teatro em Lisboa, o Teatro Aberto. Afasta-se progressivamente da profissão de actor para se dedicar mais à encenação.

Em 1982 é fundador e director, com Irene Cruz, Francisco Pestana e Melim Teixeira, da cooperativa de teatro Novo Grupo, que se torna a nova companhia residente do Teatro Aberto. Encena as seguintes peças: As Espingardas da Mãe Carrar de Brecht (1975), para a inauguração do Teatro Aberto O Círculo de Giz Caucasiano de Brecht (1976), Os Emigrantes de Mrozek (1977), Baal de Brecht (1980), Oiçam Como Eu Respiro de Dario Fo e Franca Rame (1982), 0 Suicidário de Erdman (1983), A Boa Pessoa de Setzuan de Brecht, Ubu Português-2002 Odisseia do Terreiro do Paço de José Fanha,Vera San Payo de Lemos e João Lourenço (1984), Ascensão e Queda da Cidade de Mahagonny de Weill/Brecht, Tu e Eu de F. K. Waechter (1985), Mãe Coragem e os Seus Filhos de Brecht (1986), O Jardim das Cerejas de Tchekov, A Dama do Maxim's de Feydeau (1987), A Rua de Jim Cartwright, Romeu e Julieta de Shakespeare (1988), Happy End de Brecht/Weill (1989), Na Solidão dos Campos de Algodão de Koltès, Loucos por Amor de Shepard, Desejo sob os Ulmeiros de O'Neill (1990), uma nova versão de O Suicidário de Erdman (1991), Sabor a Mel de Shelagh Delaney, A Ópera de Três Vinténs de Brecht/Weill (1992), O Tempo e o Quarto de Botho Strauss (1993), Oleanna de Mamet, Alguém Olhará por Mim de Frank McGuinness (1994), O Ensaio de Jean Anouilh, O Caminho para Meca de Athol Fugard (1995), As Presidentes de Werner Schwab (1996), Fernando Krapp Escreveu-me Esta Carta de Tankred Dorst, Sweeney Todd de Stephen Sondheim, Água Salgada de Conor McPherson (1997), Às Vezes Neva em Abril de João Santos Lopes, O Mar é Azul, Azul de João Lourenço, Vera San Payo de Lemos e José Fanha (1998), Luz de Inverno de David Hare, Quase de Patrick Marber, Top Dogs de Urs Widmer (1999), Lucefécitde Conor McPherson, Até Mais Ver de Oliver Bukowski (2000), A Visita de Eric-Emmanuel Schmitt, Socos-Peças dos Últimos Dias de Neil Labute (2001). Para a inauguração do novo Teatro Aberto, em Fevereiro de 2002, encena PeerGyntóe Henrik Ibsen e, em Julho, a ópera Albert Herring de Benjamin Britten. Encena José e Maria, de Peter Turrini em 2002, Copenhaga, de Michael Frayn; Demónios Menores de Bruce Graham, O Bobo e a sua Mulher esta Noite na Pancomédia, de Botho Strauss e a ópera Notícias do Dia de Paul Hindemith em 2003 e A Forma das Coisas de Neil LaBute em 2004.

Cinema

Estreia-se em cinema em 1960 no filme A Ribeira da Saudade de João Mendes.

Televisão

Em 1958 interpreta o protagonista do primeiro folhetim produzido pela RTP, ainda em directo, Enquanto Os Dias Passam de Armando Vieira Pinto, com realização de Fernando Frazão. Em 1971 participa na telenovela brasileira Os Deuses estão Mortos de Lauro César Moniz, produzida pela tv rekord-canal 7 de São Paulo.

Em 1989 realiza um filme da sua autoria para a RTP, Romeu e Julieta-Uma Peça em Construção. Em 1990 encena A Voz Humana de Cocteau e A Ópera Homónima de Poulenc para a RTP. Em 1999 faz para a SIC o casting e a direcção de actores do filme A Hora da Liberdade sobre os acontecimentos do 25 de Abril de 1974.

Prémios

Prémio de Teatro 1964, atribuído pela crítica dos jornais diários, pela sua interpretação em O Bem Amado (Come Blow Your Horn) de Neil Simon no Teatro Avenida. Prémio de Imprensa de Cinema para Melhor Actor em Um Campista em Apuros de Herlander Peyroteo (1968). Prémio TV Guia 83 para o Melhor Espectáculo de Teatro: Oiçam Como Eu Respiro. Prémio ELES E ELAS 1983 para a Melhor Encenação: O Suicidário. Prémio 25 de Abril, atribuído em 1984 pela Associação de Críticos de Teatro, no 10° aniversário de 25 de Abril de 1974. Prémio Nova Gente 1985 para a Melhor Encenação: Ascensão e Queda da Cidade de Mahagonny. Prémios atribuídos a Mãe Coragem e os Seus Filhos: Prémio Garrett - Melhor Produção de 1986, Prémio Garrett -Melhor Encenação de 1986, atribuídos pela Secretaria de Estado da Cultura, Prémio Antena 1 - Melhor Espectáculo de 1986, Sete de Ouro 86 - Melhor Encenador, Melhor Produção de 1986, Melhor Encenador, atribuídos pela Associação Portuguesa de Críticos de Teatro, Trofeu Nova Gente - Melhor Espectáculo, Trofeu Nova Gente - Melhor Encenação. Prémios atribuídos a Happy End em 1989: Prémio Garrett- Melhor.Produção, atribuído pela Secretaria de Estado da Cultura, Prémio Fernando Amado - Melhor Encenação, atribuído pela Câmara Municipal de Lisboa. Prémio Bordalo da Imprensa 1992 pela encenação de A Ópera de Três Vinténs. Prémios atribuídos a O Tempo e o Quarto em 1993: Melhor Espectáculo de 1993, Melhor Encenação de 1993, atribuídos pela Associação Portuguesa de Críticos de Teatro. Prémio Os Melhores de 1994 -Melhor Encenação, atribuído a Alguém Olhará Por Mim. Globo de Ouro Melhor Espectáculo 2003, atribuído a Copenhaga.

Outras Experiências

Em 1978 participa no colectivo de encenação de uma nova versão de Mãe Coragem e os Seus Filhos de Brecht no Berliner Ensemble. Em 1988 participa nas comemorações do 90° aniversário do nascimento de Bertolt Brecht em Berlim Leste com uma comunicação sobre as suas encenações das peças de Brecht em Portugal. É membro da direcção da Sociedade Portuguesa de Autores de 1992 a 2003.

Destaques nesta Categoria:


Patrícia Roque

Assistência de Encenação I Direcção Palco

Formação Worshops de Formação teatral, denominado Na Arena com os Leões,

Carlos Pisco

Assistência de Encenação

Formação Com Cristina Benedicta, João Grosso, Joaquim Benite,

Vera San Payo de Lemos

Versão I Dramaturgia

Formação Licenciatura em Estudos Germanísticos pela Faculdade de Letras da Universidade de Lis

Ficha do Espectáculo

Democracia de Michael Frayn VERSÃO João Lourenço Vera San Payo de Lemos DRAMATURGIA Vera Sa


Inscreva-se na Newsletter

Email:

Confirmação - Escreva o seguinte número: 9537

NORMAS DE PRIVACIDADE

Desde 25 de Maio de 2018 é aplicável o Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados Pessoais – Regulamento n.º 2016/679 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 27 de abril de 2016, que estabelece as regras relativas à proteção, tratamento e livre circulação dos dados pessoais das pessoas singulares e que se aplica diretamente a todas as entidades que procedam ao tratamento desses dados, em qualquer Estado Membro da União Europeia, nomeadamente Portugal.

Este site só usará dados que lhe tenham sido fornecidos com consentimento e sempre que solicitado os excluirá, nunca os fornecendo a outras entidades.


Envie-nos a sua mensagem

Contacto: (+351) 960094558

Nome:

Email:

Telefone (opcional mas também importante)

Se colocou o seu telefone diga-nos como prefere que contactemos:

Mensagem

Confirmação - Escreva o seguinte número: 9537